As segundas visitas às 11 famílias seleccionadas decorreram entre os dias 19 e 21 de Janeiro. A equipa procurou esclarecer eventuais dúvidas sobre as fichas de recomendação específicas, que as famílias receberam após a primeira visita, verificou se havia alterações a registar, procedeu ao levantamento de ulteriores dados e voltou a deixar algumas dicas e sugestões.

Após o processamento dos dados recolhidos, as famílias receberam uma ficha final com a sua evolução e resultados no projecto.

Levantamento de dados e esclarecimento de dúvidas

Com base na informação recolhida e nas declarações das famílias, sobre a implementação das recomendações específicas fornecidas, foi possível determinar a poupança efectuada no âmbito do projecto. As famílias em conjunto conseguiram começaram a poupar mais 120€/ano, ao alterar hábitos de utilização dos equipamentos, e com a substituição de lâmpadas, ou seja, no final do projecto foi possível alcançar 20% das poupanças identificadas inicialmente. Adicionalmente, a substituição de grandes equipamentos por outros mais eficientes, nomeadamente equipamentos de frio, possibilita a poupança de mais 220€/ano. Em termos de emissões de CO2 anuais, as famílias participantes passaram a evitar, em conjunto, a emissão de 220 kg, podendo ainda evitar mais 368 kg CO2 /ano, quando substituírem as arcas congeladoras.


Principais recomendações na área energia

  • a categoria do entretenimento registou o valor mais elevado de poupança potencial alcançada;
  • a categoria de informática foi a que menos alterações registou;
  • na categoria da iluminação, as poupanças também foram significativas;
Representatividade em termos de poupança potencial alcançada das categorias analisadas
  • todos os grandes equipamentos de frio analisados justificavam económica e ambientalmente a sua substituição;
  • no geral, as famílias procederam à alteração do tarifário e da potência contratada aconselhada nas fichas específicas de recomendação, passando a economizar mensalmente na factura de electricidade;
  • algumas famílias implementaram medidas extra, que lhes permitiram poupanças adicionais.

Recomendações na área da construção

  • eliminação dos bolores, salitre e fungos nas divisões;
  • favorecimento da ventilação para evitar a formação de condensações;
  • limitação dos ganhos solares excessivos, como plantação de árvores, instalação de toldos e colocação de cortinados, tornando as divisões mais frescas no Verão;
  • isolamento das paredes exteriores para alcançar o conforto térmico na habitação;
  • algumas recomendações não puderam ser implementadas por motivos económicos e/ou pelo facto de não se tratar de habitação própria.

Para além das poupanças quantificadas, a participação no projecto sensibilizou as famílias para outras temáticas ambientais, passando ou continuando a pôr em prática medidas como:

  • aproveitamento da água do desumidificador para rega;
  • aproveitamento da água fria do duche para as descargas sanitárias;
  • aproveitamento da água da chuva para lavagem do pavimento ou outras utilizações;
  • compostagem;
  • investimento em painéis fotovoltaicos para autosuficiência;
  • desligar outros aparelhos cuja poupança não foi possível determinar.

Para mais informações contacte-nos.

Do NOT follow this link or you will be banned from the site!